Login to your account

Username *
Password *
Remember Me

Create an account

Fields marked with an asterisk (*) are required.
Name *
Username *
Password *
Verify password *
Email *
Verify email *
Captcha *
Reload Captcha

Catanduva registra quase quatro mil casos de dengue neste ano Destaque

dengue CatanduvaCidade tem 3.929 mil casos, além de 4.459 mil aguardando resultado.

Município já enfrenta epidemia da doença há quase três meses. Catanduva (SP) já tem quase quatro mil casos de dengue confirmados neste ano. Nesta terça-feira (3), a prefeitura divulgou novos números e que apontam que a cidade tem 3.929 mil casos neste ano, além de 4.459 mil aguardando o resultado dos exames. O município teve 596 casos negativos.
Já são quase três meses de epidemia e os números de casos confirmados e mortes só aumentam. Até agora a doença não deu trégua e os postos de saúde e a unidade nova de tratamento de dengue estão quase sempre cheios. Os leitos estão sempre ocupados por pacientes debilitados, abatidos pelo mosquito da dengue.

Várias medidas foram adotadas para conter o avanço da doença, os agentes estão entrando em casas fechadas, limpando terrenos sujos e multando os donos, mas mesmo assim os números estão subindo. “Os casos aumentam, mas tem uma diminuição gradativa no aumento diário, estamos tendo redução no número de casos por dia”, afirma o secretário de Saúde, João Marcelo Porcionato.
A Vigilância Epidemiológica divulgou uma lista com novas mortes suspeitas. Além das seis já confirmadas, agora 22 estão sendo investigadas. Isso quer dizer que de janeiro até agora 28 pessoas podem ter morrido com dengue na cidade. “São casos investigados individualmente, não podemos afirmar que estavam com dengue, vai ser uma avaliação ampla, com exames laboratoriais, um processo lento”, diz o secretário.
O movimento “Acorda Brasil”, de Catanduva, que já espalhou outdoors pela cidade agora está distribuindo em escolas sementes de crotalária na tentativa de combater o mosquito transmissor. “A crotalária cresce até três metros e atrai libélulas, e as larvas da libélulas comem as larvas do mosquito da dengue”, diz João César de Moraes, organizador do movimento.

Região
Em Guararapes (SP) foi enterrada nesta segunda-feira (2) a mulher de 71 anos que morreu vítima da doença. Esta é a sexta morte confirmada por causa da dengue na cidade. Guararapes tem pouco mais de 30 mil habitantes e vive a pior epidemia da história. De janeiro até agora 2.014 mil pessoas foram infectadas pelo mosquito transmissor, o equivalente a um caso para cada 15 moradores.

Fonte: Do G1 Rio Preto e Araçatuba(Foto: Reprodução/ TV TEM)
A matéria aqui apresentada foi retirada da fonte acima citada, cabendo à ela o crédito pela mesma
Link:-http://g1.globo.com/sao-paulo/sao-jose-do-rio-preto-aracatuba/noticia/2015/03/catanduva-registra-quase-quatro-mil-casos-de-dengue-neste-ano.html

Avalie este item
(0 votos)
Última modificação em Sexta, 12 Outubro 2018 13:49

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.