Login to your account

Username *
Password *
Remember Me

Create an account

Fields marked with an asterisk (*) are required.
Name *
Username *
Password *
Verify password *
Email *
Verify email *
Captcha *
Reload Captcha
Dados da Cidade

Dados da Cidade (11)

 

UPA 24 HORASUPA 24 HORAS Taquaritinga Fone (16) 3253-8890

Praça
Acompanhe as lindas imagens aéreas da Praça Dr. Waldemar D'Ambrósio dia 16 de Agosto de 2014 na Apresentação da Orquestra Filarmônica Bachiana SESI/SP.

Além de solenidade cívica, Prefeitura realizou prova pedestre e torneios

Com a presença do prefeito Paulo Delgado, do presidente da Câmara, Fran Curti, dos vereadores Márcia Zucchi, Luiz Roberto Micheloni, Marcelo Volpi e Gilmar de Azevedo, além do historiador e professor Arnaldo Ruy Pastore, sargento Edson Peres, instrutor do Tiro de Guerra (TG) e de Antônio Cláudio Donato, o Dedê, presidente da Associação Comercial (Acit) da cidade, Taquaritinga comemorou na terça-feira (1º) o Dia do Trabalho.

 

Classificação para cursos de guitarra, violão e dança será publicada no dia 18

A Escola Técnica de Arte Municipal (ETAM) “Santa Cecília”, o tradicional Conservatório, divulgou nesta semana a primeira lista dos classificados para vagas em potencial em cursos do estabelecimento. A relação está afixada na secretaria da escola.

Os cursos são de piano, teclado, violino, viola, violoncelo, cavaquinho, contrabaixo e sopro. A informação é da diretora da ETAM, professora Valdívia de Almeida Morano, salientando que os classificados serão chamados conforme surgimento de vagas.

Técnica diz que equipe está preparada para surpreender adversário

A equipe de malha da Secretaria de Esportes do Município (SME)/Centro de Convivência do Idoso (CCI) joga no próximo domingo (15), às 9horas, na Cancha Municipal de Matão contra o time da casa.

Será a sexta rodada do 3º Campeonato Intermunicipal de Malha. A promoção do certame é da Liga Sãocarlense.

 

Brasão de Armas de Taquaritinga 

O Brasão de Armas de Taquaritinga foi criado com o formato de “Escudo Português”, para lembrar os colonizadores do Brasil. Uma Rosa de Ventos dourada em formato de cruz, que simboliza o progresso e a Cruz da Democracia Cristã, divide o escudo em quatro campos.

O primeiro campo, em vermelho, traz a simbologia da vitória e dedicação. Dentro do campo é representado um “braço armado com flâmula farpada de quatro pontas” que faz alusão aos bandeirantes. A flâmula traz estampada em prata “a cruz da ordem de Cristo” para lembrar não só a “Terra de Santa Cruz” mas principalmente dos descobridores e catequistas jesuítas. A flâmula vem presa em uma “haste lanceada em acha-de-armas”, principal instrumentos dos bandeirantes, toda em prata para simbolizar a lealdade, a nobreza e a glória do povo paulista.

O segundo campo, em branco, simboliza a pureza. Nele é estampado um coqueiro à margem do Ribeirãozinho, tendo um taquari, ao natural e a frente. Faz alusão à cronologia dos nomes que a cidade já teve: São Sebastião dos Coqueiros, Ribeirãozinho e Taquaritinga.

O terceiro campo, em azul, mostra a “Coroa Imperial em ouro e pedras preciosas” e remete o dia 23 de agosto de 1902, em que ocorreu a Proclamação do Império de 24 horas na cidade.

O último campo, em vermelho, traz uma muralha com os portais abertos e acima destes, flechas e capacete de ouro. A muralha representada em cor natural e os portais em prata representam a nobreza e por estarem abertos, representam também a hospitalidade local. As flechas e o capacete em ouro nos lembram o padroeiro da cidade, São Sebastião.

Em cima do escudo podemos notar a “Coroa Mural” representada em ouro conforme o uso, a história e a armaria peculiar das cidades.

À esquerda e à direita do escudo, representados em cores naturais, observamos os “ramos de café frutificado”, que simboliza a riqueza do município, do Estado e da Pátria.

Abaixo do escudo uma faixa vermelha traz estampado em latim “Cor Unum” em prata, que significa “Um só coração”, desejo geral da verdadeira fraternidade cristã, imprescindível para todo e duradouro progresso.
 


Bandeira

A bandeira de Taquaritinga foi criada com formato retangular, nas cores branca, que simboliza a paz e, verde, simbolizando a esperança, a fé e a riqueza agrícola.

É atravessada por uma faixa branca de cima para baixo e da esquerda para a direita. Os cantos superior direito e inferior esquerdo são verdes.

No centro da faixa branca podemos observar uma coroa real dourada, remetendo ao fato histórico da revolução monarquista. A coroa é salpicada de pedras pérolas e forrada de púrpura. À sua volta vemos, à direita, uma taquara que simboliza a origem do nome do município. À esquerda, um ramo de café frutificado, que expressa o que um dia já foi a principal fonte de riqueza do município.

Hino

Hino à Taquaritinga
Côn. Lourenço Cavalini

I
Taquaritinga, tu és paulista
Taquaritinga, bem brasileira
Tu és a terra de nossos pais
Nós te faremos sempre altaneira

II
(REFRÃO)
Taquara branca, Ribeirãozinho
São Sebastião dos Coqueirais
A tua história é incentivo
É garantia, penhor a mais

III
Um coração em Deus unido
Nós te queremos assim bem forte
É condição para o progresso
Que te juramos até a morte
(volta no refrão)


Árvore

A Árvore Símbolo do Município é o Coqueiro (Cocos nucifera). Essa árvore foi escolhida porque na época em que Taquaritinga foi fundada havia muitas árvores dessa espécie nessa região.
Em agosto de 1981, o prefeito em exercício, Sérgio Salvagni, promulga a lei nº. 1714, que declara o Coqueiro Árvore Municipal.

Aniversário: 16 de agosto

Fundação: 8 de junho de 1868

Gentílico: taquaritinguense

Lema: Corvnvm - "Um só coração"

Localização Geográfica: Localiza-se a uma latitude 21º24'21" sul e a uma longitude 48º30'18" oeste, estando a uma altitude de 565 metros, o ponto mais alto é o Monte do Broa na Serra do Jabuticabal com 718 metros.

Área: Possui uma área de 595,84 km².

 A economia da cidade é baseada no agronegócio e, cada vez mais, nos serviços. Já foi a maior produtora mundial de goiaba, uma das maiores de tomate, o que, aliado a outros produtos gerou na cidade uma concentração de indústrias alimentícias, as quais - a partir dos anos 1980 - se transferiram para o Centro-Oeste devido a incentivos fiscais.

O CAT – Clube Atlético Taquaritinga é o único time de futebol profissional da cidade. Fundado em 17 de março de 1942, estreou profissionalmente em 1954, quando disputou a terceira divisão do Campeonato Paulista.

A "casa" do time, o Estádio Municipal Adail Nunes da Silva (Taquarão), com capacidade máxima de aproximadamente 52 mil pessoas, foi construído em apenas 90 dias com ajuda e esforço de toda população.

O campo foi inaugurado no dia 1º de maio de 1983, com uma partida amistosa entre o CAT e o Esporte Clube Cruzeiro.

 A cidade possui três instituições de nível superior, sendo duas particulares (ITES e UNIESP) e uma pública (FATEC).

O ITES oferece os cursos de Administração de Empresas, Psicologia, Pedagogia e Ciências Contábeis.

A UNIESP - Faculdade de Taquartinga é voltada para os cursos da área de saúde e a FATEC local possui os cursos de Tecnologia de Produção, Tecnologia em Agronegócios , Tecnologia em Analíse de Sistemas e Tecnologia em Sistemas para internet.

Também possui uma antiga e regionalmente conhecida escola de música e artes, o Conservatório Santa Cecília e uma Escola Técnica Estadual(ETEC) Dr. Adail Nunes da Silva, onde são ministrados os cursos de Ensino Médio especializados: Técnico em Alimentos, Técnico em Informática, Técnico Administração, Técnico em Enfermagem, Técnico em Química, Técnico em Redes de Computadores e ainda será implementado o curso técnico em Aplicativos para Internet ou simplesmente "WebDesign".